Projeto de Maringá é finalista de edital do Instituto MRV e conta com votação popular para ganhar apoio de R$ 160 mil

A 7ª edição do programa Educar para Transformar, Chamada Pública de Projetos do Instituto MRV, divulgou os 16 projetos pré-selecionados, que estão disponíveis para votação popular até às 18 horas do dia 20 de dezembro, pelo site http://educarparatransformar.institutomrv.com.br. O projeto “Conhecer, acolher e semear”, de Maringá, é um dos finalistas ao lado de projetos de Recife, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo, Salvador, Manaus, Porto Alegre, Cuiabá, Brasília, Fortaleza e São José (SC).

O projeto “Conhecer, acolher e semear” é o único representante do Paraná entre os finalistas e tem o objetivo de capacitar professores para lidar com temáticas sociais relevantes no contexto escolar, com o suporte de psicólogos (gestão de conflito), advogados (direitos sociais) e pedagogos no processo de formação dos educadores.

O Educar para Transformar busca promover transformações por meio da educação, estimulando aprendizados e mudanças culturais em seus públicos diretos e indiretos. Os dez projetos de Organizações da Sociedade Civil (OSCs) – em parceria com escolas da rede pública de ensino fundamental II e médio – mais votados receberão capacitações em gestão, acompanhamento de sua evolução e um aporte financeiro de R$160 mil, cada um, para o desenvolvimento das atividades durante dois anos.

“Estamos muito felizes com esta nova fase do programa, recebemos muitos projetos interessantes e relevantes. A partir de agora, contamos com a participação da população para votar no projeto que mais irá transformar a realidade da escola pública. Realmente é emocionante perceber a preocupação das OSCs e das instituições de ensino em contribuir para um futuro melhor para as crianças e adolescentes deste País”, comenta Eduardo Fischer, presidente do Instituto MRV. O resultado, com os dez vencedores, será anunciado no dia 23 de dezembro no site do Instituto.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.