Veja 5 dicas importantes para retomar ao mercado de trabalho mesmo durante a pandemia

Recentemente estados do Brasil chegaram a sinalizar o retorno de algumas atividades econômicas, porém recuaram com o aumento de casos do novo coronavírus. Muitos trabalhadores que perderam seus empregos em meio a pandemia podem se preparar para a retomada ao mercado de trabalho. Segundo o IBGE, a taxa de desemprego no Brasil chega a 11,9% no primeiro trimestre de 2020. Já os dados divulgados pelo Ministério da Economia, correspondente ao mês de março e à primeira quinzena de abril, podem ser mais de 1 milhão de desempregados por causa da pandemia no Brasil.

Durante a quarentena ainda é possível encontrar vagas nos setores que tiveram acréscimo de demandas, como explica o CEO do BNE, Marcelo de Abreu. ” As atividades consideradas essenciais no período de isolamento foram as que mais tiveram vagas em aberto. Como é o caso dos setores de saúde, administrativo, operacional, segurança de trabalho e logística”, explica Abreu.

Para Marcelo, neste momento da retomada profissional, o candidato deve analisar o mercado atual. “Durante a pandemia muitas consumidores optaram por serviços delivery, internet e e-commerce, ou seja, são áreas que as empresas desses setores já devem estar estudando uma ampliação para atender todas as demandas. São áreas que os interessados podem começar a analisar . “, explica Marcelo.

Confira abaixo cinco dicas importantes selecionadas pelo BNE para o candidato retomar ao mercado de trabalho:

• O candidato pode deixar um leque de opções em aberto, sem descartar aderir a uma nova profissão. Ele pode buscar cursos rápidos e gratuitos que possam auxiliar nesta nova profissão. Ainda assim, muitas das vagas disponíveis não exigem experiência.

• O trabalho temporário também é uma ótima opção para retornar ao mercado de trabalho de maneira rápida. Dessa forma, o futuro empregado consegue manter as contas em dia e ainda futuramente pode conseguir ser efetivado na empresa.

• É importante estar pronto para entrevistas por dispositivos online. Algumas empresas irão retornar gradativamente e podem solicitar a realização da entrevista por vídeo.

• Muitas empresas adotaram o home office como nova modalidade de trabalho e devem continuar com ela mesmo com a flexibilização do isolamento. Essa modalidade deve ser levada em consideração, principalmente para os candidatos que são do grupo de risco da COVID-19.

• Mantenha o currículo atualizado. Lembre-se sempre de colocar as informações mais relevantes e retirar o que for desnecessário.

” Estamos convivendo com a pandemia e sentindo todos os efeitos que ela tem causado. Pesquisas atuais ainda divergem quanto a volta da vida normal, os candidatos já podem se preparar para esse novo cenário econômico que está por vir, da mesma forma que as empresas já estudam uma retomada para voltar a ativa “, finaliza Marcelo.

Compartilhar
Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.